31 de janeiro de 2010

Agradecimento

Hoje é um dia super importante. Meu blog ultrapassou a marca de 6 mil acessos em menos de três meses. É com muita alegria que agradeço a cada um dos leitores deste meu diário eletrônico. Confesso que não foi fácil aderir ao mundo dos blogueiros, pelo fato de tornar-se mais um compromisso em minha agenda super atribulada de Secretária de Estado da Cultura que, além do trabalho na sede, eventos à noite, inclui diversas viagens ao interior do estado, nos finais de semana. Tinha receio de me envolver no mundo dos "internéticos", porque levo muito a sério tudo o que assumo, e tinha consciência de que meu tempo já é por demais curto para preencher os compromissos de agenda que o cargo me exige. Por outro lado desejava muito poder falar também das minhas ações de Secretária da Cultura e ainda sobre a minha rotina como mulher cumpridora de seus deveres. Aos poucos, então, esse receio foi desaparecendo e tomei a decisão de compartilhar um pouco da minha vida com todos os meus leitores. E o vinculo afetivo que fiz com todos vocês tomou conta de mim por completo; prevaleceu a vontade de contar o que faço, comentar as coisas boas e algumas nem tanto assim. O que para mim é importante registrar nesse momento de comemoração dos mais de 6 mil acessos, é que a minha intenção desde o início com o blog, era falar do meu dia-a-dia de gestora pública, que também tem o seu lado de mulher que é mãe, esposa, filha, irmã e avó. E eu consegui! Devo isso a vocês. Obrigada de todo o meu coração.

29 de janeiro de 2010

Rio Grande e seu encanto

Gostei da visita que fiz à cidade de Rio Grande. Fui acompanhada da diretora do Museu Antropológico e Coordenadora do Sistema Estadual de Museus, Simone Monteiro, que é filha daquela terra. Quando cheguei, logo me senti em casa e claro que ela tem grande participação nessa sensação. A acolhida afetuosa e a disponibilidade das pessoas que me receberam foi o ponto alto daquele município que é merecidamente reconhecido como um berço cultural. A grande novidade nessa viagem ficou por conta da minha cicerone que tem amigos muito queridos que eu tive o privilégio de conhecer. Simone, além ser uma profissional muito competente, é uma mulher admirável, jovem, bonita e sempre bem humorada, capitaneia seu lar sozinha. Ela cuida da filha e da neta com verdadeira dedicação.
Nessa foto de um evento no município, Simone e eu estamos com o oceanólogo Lauro Barcellos, Diretor do Complexo de Museus da Universidade do Rio Grande (FURG) que abrange o Museu Oceanográfico, Museu Antártico, Eco-Museu da Ilha da Pólvora, Museu Náutico e também do CCMAR que é o centro de Meninos do Mar que faz um trabalho educativo, de capacitação e de integração com meninos carentes. Fiquei impressionada com o trabalho do Lauro frente ao Museu Oceanográfico que é bastante reconhecido pelas pesquisas que desenvolve e também pelo trabalho de salvamento de animais marinhos, quando acontece derramamento de petróleo ou outros óleos. A equipe da instituição costuma ser chamada pela Petrobrás e orgãos internacionais, também quando estes animais (pinguins, leões marinhos, etc) se perdem ou são agredidos por pescadores eles realizam todo um trabalho de recuperação para depois devolverem os animais ao mar.


Com o Oceanólogo Lauro Barcellos - Diretor do Museu Oceanográfico da Universidade do Rio Grande - e a Coordenadora do Sistema Estadual de Museus, Simone Monteiro.

28 de janeiro de 2010

Cultura na pauta do Fórum Social Mundial

Estive reunida com Secretários e Dirigentes Culturais de diversos estados brasileiros ontem e hoje em São Leopoldo para discutir cultura. O encontro fez parte da programação da 2ª Reunião Pública Mundial da Cultura do Fórum Social Mundial. Todos nós apresentamos um relatório das conferências estaduais de cultura. Eu falei sobre o evento que realizamos em dezembro de 2009 no Estado, um dos maiores do Brasil, que reuniu mais de 300 delegados municipais e cem participantes para discutir e definir as propostas do Rio Grande do Sul para a cultura que serão apresentadas em março na Conferência Nacional de Cultura, em Brasília. Fiquei eufórica quando o representante do Ministério da Cultura destacou o crescimento do número de municípios participantes da 2ª Conferência Estadual de Cultura do RS. Na primeira edição do evento, em 2005, estiveram presentes 158 municípios, e no ano de 2009 esse número aumentou para 250, o que eu considero mais uma vitória dessa gestão. Também estabelecemos através deste encontro, contatos nas esferas federal e estadual na busca de sintonia e maior conhecimento na efetivação de políticas públicas para a cultura. Foram dois dias de intenso trabalho e dedicação que me deixaram longe do gabinete da cultura no 19º andar do Centro Administrativo. Por este motivo, é que tenho um "escritório ambulante" para poder despachar e resolver os problemas à distância por onde quer que eu esteja. Hoje, celular com teclado, lap top e câmera digital facilitam minha vida de viagens frequentes pelo interior do estado.

Reunião do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Estaduais de Cultura em São Leopoldo.

Global na Secretaria de Estado da Cultura

Fui surpreendida com a visita do ator Reginaldo Faria e de um querido amigo, Beto Turquenitch. Eles vieram falar do filme “O carteiro” que será rodado nos próximos meses em solo gaúcho. Conforme Reginaldo, que é roteirista e diretor da obra, foi Deus que o enviou ao Rio Grande do Sul para descobrir um lugar tão lindo como São João do Polêsine, especialmente escolhido para fazer esta filmagem.
O longa-metragem conta a história do carteiro Victor e de seu hábito de ler as cartas dos habitantes da cidadezinha onde mora, e, assim, conhecer seus segredos mais bem guardados. Gostei do projeto, porque, além de ser um a história interessante que mexe com a vida de várias pessoas através das suas confissões, mostra os hábitos e costumes dos moradores deste município de colonização italiana.
O incrível nesta visita é que fiquei sabendo, através do Reginaldo, que o avô da GovernadoraYeda Crusius era um carteiro que entregava as cartas montado num burrinho. Depois dessa bela apresentação e curiosa informação, o Fábio, coordenador da LIC, e eu ficamos emocionados com o registro de Turquenitch, que fez questão de elogiar a nossa administração na Secretaria de Estado da Cultura, dizendo que hoje os empresários estão preferindo investir em projetos da Lei de Incentivo à Cultura (LIC). Isto me deixou orgulhosa e muito feliz, porque todo nosso esforço de restabelecer a credibilidade da LIC foi recompensado.

O ator global Reginaldo Faria, eu, meu amigo Beto Turquenitch e o Coordenador da LIC, Fábio Rosenfeld

26 de janeiro de 2010

Lançamento Cavalgada do Mar

Estive no lançamento da Cavalgada do Mar que foi na sede da TV ULBRA e o comandante tradicionalista Vilmar Romeira estava radiante com o grande número de pessoas que foi prestigiar esse evento. Essa cavalgada inicia no dia 20 de fevereiro no município de Palmares do Sul e percorre 250 km, chegando a Torres no dia 27 de fevereiro. Participei pela primeira vez desta Cavalgada em 2007, quando recém tinha assumido como Secretária de Estado da Cultura. Dali para cá, inúmeras foram as aproximações que tive com iniciativas ligadas a essa tradição, seja na Semana Farroupilha, na Expointer, em rodeios, na 1ª Cavalgada contra o Câncer recentemente e em outras tantas atividades ligadas ao Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (IGTF), instituição da Secretaria da Cultura. Penso que essa iniciativa merece todo o meu interesse e atenção, pois o expressivo número de cavaleiros participantes, homens, mulheres e gerações; sua continuidade nesses anos através da dedicação de seus integrantes, e o resultado da receptividade do público e o entusiasmo em que é acompanhada durante o percurso fazem da Cavalgada do Mar muito mais que um evento recordista, mas um evento transformador, agregador e educativo. Esse ano, eu terei o maior prazer de mais uma vez acompanhar este acontecimento tradicionalista que marca o verão no litoral dos gaúchos.

O comandante da Cavalgada do Mar, Vilmar Romeira, no seu pronunciamento na abertura do evento de lançamento.

O Comandante, Vilmar Romeira, apresentando os organizadores e apoiadores da iniciativa.

Liliana Cardoso fazendo uma bela declamação.
O Comandante Romeira, eu, o diretor da ULBRA TV, Mário Pool e o Desembargador Bráulio Marques.

As Anitas que serão homenageadas nesta edição do evento.

25 de janeiro de 2010

Política e Fidelidade

Caros leitores de meu blog, vejam a notícia abaixo:


Bom trabalho da Governadora

O PP está feliz com a possível vaga de vice numa chapa com a governadora Yeda Crusius (PSDB) para a reeleição. O deputado Vilson Covatti (PP) é um dos entusiastas da renovação da aliança PSDB-PP nas eleições de 2010: “eu vejo com bons olhos, é uma questão de lealdade”. Segundo o parlamentar progressista, a possibilidade de vitória se amplia com os resultados apresentados pela atual gestão. “Nós temos chance de ganhar pelo bom trabalho que a governadora está fazendo”, analisa Covatti. (Fonte:Jornal do Comércio - 22.11.2010 - Repórter de Brasília)

Fiquei muito gratificada ao ler a nota, pois minhas manifestações anteriores a respeito da lealdade certamente estão frutificando; tomara os demais integrantes do Partido reflitam a respeito. Congratulações ao Deputado Covatti.

24 de janeiro de 2010

A Doce Martina

Eu declaro que estou completamente inundada de amor pela minha neta Martina. Jamais imaginei ou sonhei que a chegada dela tomaria por completo meu coração. Martina é doce como o mel e linda como uma flor; é amorosa e decidida. A cada dia torna-se mais esperta e participativa. Eu, que passei essa semana longe, retornei do interior com muita saudade e vontade de ficar com ela. Foi o que fiz, dediquei o domingo para a minha meiga Martina.


Domingo é dia de curtir a Martina.

Ensinado desde cedo a importância da natureza.

22 de janeiro de 2010

Registro da minha visita a Santana do Livramento



Fui recebida pelo Secretário Municipal de Cultura, Maurico Del Fabro, pelo Diretor do Centro Cultural David Canabarro, Ivo Jorggionny e pela Presidente da Câmara Santanse do Livro, Marlene Pedroso Coli.


Realizei um tour cultural que iniciou pela casa do General David Canabarro, importante personagem da Revolução Farroupilha, .

Essa é a casa do General David Canabarro.

Aqui estão os restos mortais do General David Canabarro.

Biblioteca Pública Municipal Rui Barbosa: sediada em um dos prédios históricos do município.


Minha chegada na Casa de Cultura Ivo Caggiani.

Fiz questão de fotografar essa placa pela honra de ser colega de profissão do cidadão homenageado sendo nome da instituição.

Olhem só o tamanho da porta do cofre do antigo Banco do Brasil, que hoje abriga a Casa de Cultura Ivo Caggiani.

Museu David Canabarro. Secretário Municipal de Cultura, Maurico Del Fabro, eu, Teresinha, o Diretor do Centro Cultural David Canabarro, Ivo Jorggiony e Sérgio Pires.

Eu que adoro rádio, fiquei encantada com essas relíquias.

Recebendo presente do Secretário Municipal de Cultura Mauricio del Fabro e da Andreia.

Rádio Lider, programa Valdir Penedo.

Momento de descontração no programa quando o comunicador Valdir Penedo, filho de um militar como eu, comentou que por ter muita disciplina e ser absolutamente rigorosa no cumprimento da lei, minha administração é baseada numa "Gestão de Coturno" (bota de soldado).

Encontro na ACIL (Associação Comercial e Industrial de Santana do Livramento) com empresários. Na mesa com o Coordenador da LIC, Fábio Rosenfeld e o Vice Presidente Vitor Hugo Fialho.

Registro dos componentes do CTG Princesa Isabel que tem como Coordenador o ativo Rui Rodrigues.

Realizando a abertura do Seminário de Capacitação da LIC.

Produtores culturais e público interessado lotaram o evento.

O Coordenador da LIC, Fábio Rosenfeld, explica e orienta como formatar projetos culturais.


Depois de muito trabalho, uma pausa para o cafezinho com o Fábio e a minha assessora Carolina Tavares, no Hotel Portal.

21 de janeiro de 2010

Interiorizando em janeiro

Depois de uma parada estratégica, absolutamente necessária para recarregar as baterias, após agradáveis dias em Torres, volto e atiro-me de cabeça, corpo e alma no trabalho; inicio com jornada pelo interior do Estado. Estou em Santana do Livramento onde tenho uma intensa e extensa agenda cultural, a qual cumprirei com muito entusiasmo, que é minha característica. Na tarde de hoje tive uma importante reunião com o Secretário da Cultura Maurício Del Fabro, Diretores Culturais e o Presidente do Conselho Municipal de Cultura. Sempre quando faço roteiro no interior, me reúno com as autoridades locais para saber mais da realidade cultural local e suas necessidades. Após este encontro, conheci os espaços culturais de Santana do Livramento:Biblioteca Pública Municipal Rui Barbosa, Centro Cultural Casa de Davi Canabarro, Museu Davi Canabarro e Casa de Cultura Ivo Cagiani. Daqui a pouco, vou na Rádio Líder para entrevista no programa do Valdir Penedo. À noite, faço uma apresentação do que a Secretaria de Estado da Cultura vem realizando, expondo as perspectivas e as nossas ações de assessoria para os empresários da Associação Comercial e Industrial de Santana do Livramento. Finalizo a minha agenda coroando esta quinta-feira com jantar no CTG Princesa Isabel.
Amanhã, às 9h30min, abro o Seminário de Capacitação da LIC que devido à excelente repercussão do ano passado, tem recebido inúmeras demandas e, até março, há 8 eventos previstos por todo o Estado.

20 de janeiro de 2010

Ah! Esse Fernando...

Fiquei imensamente feliz e gratificada ao ler a nota do jornalista Fernando Albrecht no Jornal do Comércio de hoje, que me referiu como a mais fiel escudeira da governadora: para mim, política se faz com lealdade.


Quando março chegar
Não há partido que esteja de braços cruzados para se definir quanto às eleições para governador. Seja em vôo solo ou em coligação. O deputado federal Cláudio Diaz (PSDB) vem conversando com todo mundo para obter apoios à candidatura Yeda Crusius e encontrou solo fértil na secretária Mônica Leal, da Cultura, do PP. Ela tem defendido apoio a Yeda, mas enfrenta fortes resistências. Definição em março. Mônica é a mais fiel escudeira da governadora.

19 de janeiro de 2010

Nossa Terra e Nossa Gente

Sempre que acontece um evento tradicionalista, lá estou eu prestigiando. Eu acredito que esses encontros são demonstrações das lidas campeiras, e neles sentimos a força das diversas manifestações da nossa terra e da nossa gente. Penso que através da música, do conhecimento, das provas de laço, do debate, do folclore, do clima de festivais e dos produtos tradicionalistas, conseguiremos manter e divulgar as tradições gaúchas.

Participando de abertura de evento tradicionalista.

Os tradicionalistas participam em grande número dos encontros que celebram a nossa cultura gaúcha.

17 de janeiro de 2010

De volta à Capital

Hoje em Torres, eu acordei muito cedo e sozinha fiz uma longa caminhada pela beira da praia. Depois, sentei na areia e fiquei apreciando o movimento das ondas do mar. Um lugar calmo e silencioso. Aproveitei e coloquei os pensamentos em ordem; quem não precisa de vez em quando? E não é necessário muito tempo: algumas horas podem ser suficientes para entender dias, meses ou anos. Mas, para isso é necessário estar longe, e importantíssimo é não ter que falar, obrigatoriamente, com ninguém.

Almocei com a família e, às 16h, peguei a estrada de volta para Porto Alegre. Liguei o rádio na busca de notícias, mas que nada, só tinha futebol, coisa que me recuso a escutar, pois ninguém merece duas horas e meia de viagem com um comunicador aos gritos dizendo que fulano passou a bola para beltrano e agora gol...Com isso, abri a minha caixinha de CDs e coloquei “Elas Cantam Roberto Carlos”, que é uma belíssima gravação de mulheres cantoras famosas como Luiza e Zizi Possi, Alcione, Fafá de Belém, Celine Imbert, Daniela Mercury, Wanderléa, Rosemary, Fernanda Abreu, Marília Pêra, Paula Toller, Marina Lima, entre outras que cantam para ele e com ele. São muitas músicas lindas, mas tem uma que é a minha preferida: “Você não sabe” interpretada pela Hebe Camargo. Para quem não escutou ainda, eu recomendo que o faça o quanto antes, pois é um verdadeiro hino de sentimentos.

Cheguei em casa às 18h30min, e foi só o tempo de largar minhas coisas e seguir para a missa na Igreja São Manoel. Fiquei admirada com o sermão do padre, que foi inteligente e objetivo. Ele falou sobre essa catástrofe que aconteceu no Haiti. Conforme o padre, nós não devemos nos perguntar por que isso ocorreu e sim para quê? Serve como reflexão...

A semana será curta, porque viajo na quinta-feira para Livramento. É que vou abrir o Seminário de Capacitação da Lei de Incentivo à Cultura naquela cidade. Junto vai uma equipe da secretaria comandada pelo Coordenador do Sistema de Financiamento, o Fábio Rosenfeld. Volto no sábado e não vou para Torres nesse próximo final de semana. Não vale a pena, pois farei muita estrada, ida e volta são 14 horas, então ficarei sábado à noite e domingo em POA.

Ainda as fotos de Torres...


Eu e meus filhos, Felipe e Marcelo, no jardim da nossa casa.



Alexandre, Marcelo e Juliana na praia.



Carnaval infantil - eu com a Juliana.



Juliana, eu e Alexandre no verão de 1978, na casa dos meus pais.



Juliana depois de uma bronca do seu pai.



Os aniversários do Felipe sempre foram em torres, já que ele nasceu dia 01 de janeiro - eu que organizava todas as comemorações.



Felipe na aula de surf.



Concentração da gurizada para o carnaval infantil.



Nosso bloco de carnaval completo - todos amigos e vizinhos da praia: Alexandre e eu, Pedrito e Daxa, Roger e Nina Rosa, Sérgio e Vera, Estela e Azevedo.

16 de janeiro de 2010

Recordando o passado

As prometidas fotos dos veraneios em Torres...


Meu primeiro veraneio depois de casada.


Final de veraneio era necessário um colo e uma boa conversa com a Juliana e o Marcelo.


Pescaria em familia - Juliana, Marcelo, o nosso fiel cão Astor e eu.


Juliana seguindo as regras do avô, à risca!


Meus filhos Marcelo e Felipe com a Márcia, filha da Daxa Komlos.


Passeio de Dindinho com a criançada.


Marcelo montando à cavalo.


A varanda da casa velha (a primeira casa) servia como palco do teatro da gurizada (Juliana no chão e Ângela, amiga dela).



15 de janeiro de 2010

Pai perspicaz

Estou em Torres para passar o final de semana e assim que cheguei, fui imediatamente visitar os meus pais. Cruzei a varanda da casa velha, a passos apressados, rumo à casa nova. Estava com muita vontade de vê-los. É que me bateu uma saudade! Curioso isso porque, durante essa época do ano, eles sempre ficam na praia e eu na capital, e costumo vir só nos finais de semana. Penso que a explicação mais plausível para isso é que sentimento não se determina, se sente. Pousando a caneca sobre a perna direita, meu pai correu os olhos sobre mim, procurando constatar se tudo parecia estar bem. Mas ele, com sua perspicácia de pai e conhecimento de psicólogo, sabia que não podia confiar só nas aparências. Sorveu outro gole de café – excessivamente forte – e tornou a descansar a caneca sobre a perna, me dizendo: “Estás precisando falar, começa por me contar esses movimentos do PP com o PSB e PCdoB...”.
Conversamos por um longo tempo sobre tudo, mas especialmente sobre a lealdade profissional versus fidelidade partidária; saí de alma leve e fortificada.
Consolidei minhas ideias e, mais importante que isso, recebi o afago e a certeza de que “Ele” está ali, sempre pronto para acolher, me entender e me orientar.

14 de janeiro de 2010

Defendendo as minhas convicções

Nestes dois últimos dias, em todos os lugares que freqüentei, percebi a enorme repercussão do artigo do jornalista Adão Oliveira do Jornal do Comércio, que fala das minhas opiniões sobre o almoço de um grupo de progressistas com o PCdoB e PSB; pautou inclusive o programa “Jornal Gente da Rádio Bandeirantes”. O tema ganhou “asas”, sobrevoando e pousando em todos os cantos do nosso Estado. Surgiram muitos comentários, bons e ruins! E ontem, cedo da manhã, ao chegar na reunião dos Secretários de Estado do Partido com o Presidente do PP, que objetivava debater as eleições estaduais, constatei que minhas manifestações na imprensa seriam analisadas.
Com a certeza de que desagradei a alguns, sustento que a divergência no campo das idéias é um preceito básico da democracia; e mais: quem conhece minha trajetória sabe que sou movida a convicções as quais defendo com muita garra, caso contrário não poderia continuar nessa minha caminhada política, por tantas vezes árdua.

Decidi postar o referido artigo neste meu blog porque penso que aqueles que o acessam anseiam por uma explicação, já que eu não sei omitir e tampouco mentir. A minha conduta e a expressão de minhas idéias é sempre franca e leal, desimportando a repercussão disso.

Creio naquela regra de ouro que deveria balizar a conduta humana: não faço aos outros aquilo que não desejaria que me fizessem. Sou comprometida, nos mínimos detalhes, em todas as minhas ações pessoais e profissionais, não só por desejar ser cuidadosa e respeitosa para com todos, mas também porque tenho como marca indelével na minha formação, a idéia de lealdade, que forjou meu caráter. Lealdade e compartilhamento é uma qualidade essencial na relação humana e, por isso, defendo que o PP deveria ter iniciado tratativas com os líderes do PSDB, pois o Partido Progressista comanda quatro Secretarias estratégicas no Governo Yeda, com diretorias, assessorias e demais cargos e ainda, o próprio líder de Governo na Assembléia Legislativa é PP.

Penso que todas as avaliações estão baseadas em padrões, que para os diferentes indivíduos podem ser muito distintos. Para mim, é símbolo de sinceridade, e ao mesmo tempo, uma manifestação de coragem e independência ao apresentar um julgamento próprio e individual.

E foi o que eu fiz!