31 de agosto de 2012

Tour pela Expointer Parte 2


A fotógrafa Paula Fiori também fez questão de relatar a nossa visita na Expointer, que realmente foi prá lá de especial. Fico muito feliz com essa sintonia e companheirismo, tão importantes numa campanha política. Com vocês o texto da Paula:

Na ensolarada tarde de ontem, estive acompanhando a candidata Mônica Leal, juntamente com Guga Stefanello, em uma caminhada na edição deste ano da Expointer. Eu, como fotógrafa, e Guga como repórter, estamos fazendo a cobertura jornalística da campanha à veradora de Mônica Leal, antes de mais nada, por ser ela nossa escolha pessoal como candidata.
Tenho vivenciado momentos incríveis nesta nova experiência fotográfica, é uma alegria estar na rua realizando o registro destes singulares momentos em que a Mônica para para conversar com as pessoas e ouvi-las em suas demandas.
Descobri com ela que esta é a melhor forma de pensar um projeto de trabalho: ouvindo e estando com àqueles para quem se vai trabalhar, ou seja, com as pessoas, nos lugares por onde elas passam ou vivem suas rotinas, no contato com elas aonde elas estão, em suas realidades diversas.
Mas a Expointer não é uma rua...é uma multidão de gente, vindo e indo de todos os lugares para todos os lugares. Fica muito fácil perder-se daqueles a quem se está acompanhando.
Foi assim que fiz nova descoberta: não preciso ver aonde está a Mônica Leal para não me perder dela em uma multidão, basta ouvir...!!! Sim, ouvir!!! Porque as pessoas chamam por ela o tempo todo, são como "megafones"a me sinalizar o tempo todo, aonde ela está!!
Querem abraçá-la, manifestar seu incondicional apoio, tirar fotos para que depois de encaminhadas por mim, possam postá-las em suas redes sociais, dizendo desta forma: "Queremos Mônica Leal como vereadora de Porto Alegre!!!". Os que estão mais distantes chamam igualmente, para retribuir um sorriso, e, num gesto de "positivo", dizer:"Estou contigo"!!! É um jeito divertido de trabalhar, que me propiciou nova descoberta: que é diferente necessitar apresentar-se como candidato, do que ser alguém que as pessoas desejem que seja um candidato.
É diferente necessitar dizer o seu nome e apresentar-se como candidato, do que ser chamado o tempo todo no meio de uma enorme multidão que pergunta :-"Mônica Leal, tu és candidata??!!"
É muito bom quando se tem certeza de fazer as melhores escolhas!!!
Algumas fotos desta alegre tarde e do presságios que ela já sinaliza!!!

 Sabendo mais da criação e do treinamento dos falcões

 Caminhando com o Guga no Boulevard da Expointer

Com queridas jornalistas na Casa do Correio do Povo


Tour pela Expointer


Hoje no meu blog não sou eu quem escrevo. É o jornalista Guga Stefanello, que está cobrindo a minha campanha de forma dinâmica e presente, me acompanhando nas minhas principais agendas. As fotos são da Paula Fiori, outro “auxílio luxuoso” que tenho a satisfação de ter nessa minha caminhada:

Eu, Mônica Leal e a fotógrafa Paula Fiori aproveitamos o primeiro dia de sol forte deste ano na Expointer para visitar a feira. Bem humorada, Mônica caminhou pelos corredores dos pavilhões do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, na tarde desta quinta-feira, dia 30, onde distribuiu sorrisos e acenos para as pessoas que a chamavam a todo momento.
Mônica cumprimentou os expositores, tirou fotos e apreciou os ovinos e bovinos. Tivemos a oportunidade de ver de perto diferentes espécies de animais do campo, alguns deles exóticos, como o falcão-de-coleira, que está sendo usando para diminuir as colisões entre aviões e aves, problema rotineiro no aeroporto Salgado Filho em Porto Alegre.
Circulamos pelo Boulevard, que é um espaço de negócios e confraternização durante a Expointer. O Boulevard é considerado o espaço mais charmoso da feira. Lá, Mônica encontrou vários amigos e amigas. Nos restaurantes instalados ali, os visitantes podem conferir a qualidade dos produtos oferecidos pelas associações e criadores. 
Também visitamos a Casa do Correio do Povo e do Grupo Record. Fomos muito bem recebidos pelas jornalistas Eliane Iensen e Patrícia Meira, que estão na Expointer fazendo a cobertura do evento. Em seguida passamos pelas Casas da Bandeirantes, RBS e Pampa. A maior feira do agronegócio da América Latina vai até o dia 2 de setembro.

Caminhando pelo ...


Parque de Exposições Assis Brasil



No pavilhão dos ovinos



Com Marco Peixoto, Maristela Genro e Ruy Gessinger, na casa do Ile de France


Com Luciane Wellausen

Com o Superintendente do Senar-RS, Gilmar Tietbohl

Com Marco Peixoto

Com amigas no Boulevard  da Expointer




30 de agosto de 2012

Reunida com a diretoria do Grêmio Expedicionário Geraldo Santana


Fiz uma visita cortesia ao Grêmio Expedicionário Geraldo Santana, que é um símbolo da família Verde-Oliva no Rio Grande do Sul, tradicional, com fundação iniciada em 1947. Foi muito bom ter ido ao clube e ver como está o trabalho da atual diretoria, sempre preocupada com os associados e com a manutenção do clube. O presidente é o militar reformado Leonel Puglia Garcia.
Tenho um forte vínculo com as diversas entidades e instituições militares de Porto Alegre, principalmente, muitas delas eu frequentei com meu pai militar ou prestigiei em solenidades e eventos, o que muito me orgulha, pois nesses locais sempre me sinto em casa e sou muito bem recebida.
A carreira, o dia-a-dia exercendo as funções, as condições de vida e o futuro da comunidade militar gaúcha me diz respeito e sempre a coloco dentre as minhas preocupações e nas pautas que trato enquanto cidadã e jornalista, ou onde quer que eu esteja exercendo meu trabalho. 

Com o presidente Puglia recebendo o jornal informativo do Geraldo Santana


29 de agosto de 2012

A espontaneidade das ruas



As coisas inusitadas e de momento que acontecem nas ruas me movem e me fazem ficar ainda mais motivada a trabalhar por Porto Alegre e pelos porto-alegrenses. Hoje pela manhã, parada em uma sinaleira com o meu carro todo adesivado com a arte da minha campanha a vereadora, noto que uma senhora na calçada, que eu não conheço, olha, reparando em tudo com interesse. Não resisti, abri o vidro e exclamei: "Oi! Sou eu mesma"!
Ela se sobressalta e grita: "Mônica Leal! Eu quero tua propaganda"! Peguei o material, que sempre levo no carro, mas acabei me atrapalhando e deixando cair no chão alguns santinhos. Logo, ela e outras moças ajudaram a juntar já guardando com elas. Foi um momento de empatia e espontaneidade muito legal, é muito bom vivenciar isso.

Assim está meu carro rodando por Porto Alegre



28 de agosto de 2012

Atenções voltadas para a Expointer



Nossa grande feira está aberta ao público, e com certeza, mais uma vez, será muito visitada. 
No meu calendário do mês de agosto, é item obrigatório, pois faço questão de valorizar, de conferir e demonstrar minha admiração ao setor da agricultura, da pecuária e do agronegócio. Admiro a força e a persistência desses trabalhadores do campo frente às tantas adversidades do clima, às variações e incertezas do mercado econômico, a perda de safras inteiras. São motores da economia gaúcha, fazem milagres com a terra, investem em tecnologia, em pesquisa e atingem a excelência em seus produtos. Mantém tradições com a agricultura familiar, exportam, geram empregos e colocam o alimento nas prateleiras dos supermercados. 
A convite do presidente da Rede Pampa, Paulo Sérgio Pinto, dia 30 estarei presente na Casa da Pampa, que promoverá uma degustação da Culinária Pampeana; e da presidente da Comissão das Produtoras Rurais da Farsul, Zênia Aranha, prestigiarei o jantar que reunirá mulheres ruralistas. 


 Vista aérea do Parque de Exposições Assis Brasil



27 de agosto de 2012

Fim-de-semana


No fim-de-semana cumpri agendas afetivas importantes. Sábado, o tradicional almoço da família Leal aconteceu na casa da minha irmã Angela. Enquanto os adultos conversavam em volta da mesa e os jovens na sala, a Martina, a Marcela e eu brincamos de cabana embaixo da mesa. Elas adoram essas brincadeiras! Só faltou a Catharina, que hoje completa uma semana de vida! 
No domingo o convite foi para o aniversário da fiel colaboradora e entusiasta da minha caminhada política, Tânia Loureiro.
A Tânia é uma mulher trabalhadora, pro-ativa,incansável na busca pelo que quer e uma líderança na Zona Sul de Porto Alegre.
Encontrei uma amiga querida que não via há tempos e também conheci muita gente bacana, sem contar o churrasco dos deuses feito pelo Paulo, marido da Tânia, o bolo maravilhoso da Simoni.Tudo isso ao som de uma bela gaita tocada pelo genro dela!
Esses encontros de família e com os amigos me dão uma boa energia para começar mais uma semana de campanha.

Almoço de sábado na casa da Ângela - a Marcela, que percebeu a foto e fez pose!

Brincadeira embaixo da mesa!

No almoço de aniversário da minha amiga Tânia Loureiro

O casal anfitrião,Tânia e Paulo

Churrasco assado pelo Paulo

Tive a sorte de encontrar a Eliane Meleti

Dani Souza e Simoni

O bolo que a Simoni fez

Hora da dança!

Ouvindo a gaita que animou a festa





26 de agosto de 2012

Reunião e chimarrão


A Praça da Encol faz parte do meu dia-a-dia.É um espaço maravilhoso de lazer do meu bairro.Escolhi me reunir lá com minha equipe para tomar um chimarrão e traçar planos da campanha.Trocamos ideias com os frequentadores, distribuímos material, conversamos e saímos do local ainda mais fortalecidos.O ambiente saudável ajudou.Dá para sentir o clima nas fotos da Paula Fiori, que é fotografa profissional das melhores e está cobrindo a minha campanha de forma voluntária, dedicada,sempre pronta a me acompanhar.



                                 Roda de chimarrão


Com André, Bruno, Antonio, Anderson, Fabio, Daniela, Guga, Daiane, Sonia e Valesca 

 Antonio, eu, Valesca, Daniela e Fábio, todos em campanha

 Curtindo a Encol

 Com o jornalista Guga Stefanello

                  A fotógrafa Paula Fiori fotografada comigo




25 de agosto de 2012

25 de agosto: O Dia do Defensor da Pátria



Sinto-me especialmente honrada em ser filha de militar.
Meu pai,  o Cel. Pedro Américo Leal, que, por ser órfão de pai, fez do Exército Brasileiro a sua família, sua escola de vida e , por consequência natural, o seu horizonte.
Minha percepção do Exército vem de tempos já distantes, de uma vila de casas comuns, iguais, pintadas de branco, com janelas verdes e quintal de chão batido.
Ficava em Rezende, Rio de Janeiro, Estado da Guanabara.
Hoje falamos muito em condomínios horizontais.Pois aquele era um condomínio simples, sem luxos, mas, para mim, o melhor do mundo: era a Vila Militar onde passei boa parte da minha infância.
Ali, enquanto crescia, obtive ensinamentos que não se aprendem na escola.
Aprendi que uma nação vive de glórias do passado, das realizações do presente e dos projetos para o futuro.
Aprendi a admirar o soldado como verdadeiro defensor da Pátria, cidadão da honra, empunhando a bandeira dos seus ideais em todas as suas atitudes.
Conheci a estrutura alicerçada na solidez de uma sociedade que vive e se emociona em torno de seus símbolos, heróis, feitos e vitórias, na guerra e na paz.
Toda a Nação cultiva esses símbolos que marcam profundamente a formação de seus filhos, despertam sentimentos que permanecem para sempre.
Comigo foi assim e reconheço isso com clareza.
Pensava que ser filha de um militar era o suficiente para esses valores se instalarem no meu coração.
Contudo, prestigiando os eventos do Dia do Soldado, percebi o quanto aquele convívio foi fundamental para minha formação pessoal e profissional.
Crescer dentro dessa família que é o Exército é fazer parte de um mundo privilegiado.
Tive, sem dúvida, a melhor escola!
Nesse dia 25 de agosto, faço pública a minha gratidão e presto homenagem sincera ao Exército Brasileiro, ao soldado brasileiro, por tudo o que realizaram e vão realizar pela grandeza do nosso Brasil.




24 de agosto de 2012

Com a Associação Moinhos Vive


Estive reunida com representantes da Associação Moinhos Vive para saber um pouco mais do trabalho maravilhoso que fazem por esse bairro especial de Porto Alegre. Eu tenho uma ligação muito particular com o Moinhos. Passei minha infância morando na rua Jardim Cristofel e estudei no Colégio Bom Conselho. Depois, minha filha morou na Padre Chagas. Vira e mexe estou por ali curtindo o que o bairro tem de melhor a oferecer. É uma referência de compras, de negócios, de encontros nas calçadas, de gastronomia, de lazer e de vida saudável com o Parcão, com os jardins do Dmae, clubes, praças e roteiros bons de se fazer.  
O Moinhos é um ponto turístico de Porto Alegre e tem que ser olhado com carinho e cuidado em termos de segurança e normas de convivência que permitam ali o pleno exercício da cidadania a que temos direito.
Por isso, o trabalho do pessoal da associação é fundamental para se buscar a excelência e a manutenção de tudo isso e ainda melhorias e solução de problemas para que a gente se orgulhe cada vez mais da beleza e da qualidade de vida que o bairro oferece aos seus moradores e visitantes.


Na reunião, que foi na sede do Leopoldina Juvenil


Com a equipe da Associação Moinhos Vive












22 de agosto de 2012

A feira-livre do Jardim São Pedro


Nessa bela quarta-feira de calor em Porto Alegre a minha tarde foi para conhecer o trabalho do pessoal da feira do Jardim São Pedro, na Zona Norte, onde eu fui acompanhada pelo meu fiel escudeiro, Antonio.
Na foto estamos com o Jorge, que nos recebeu super bem e nos serviu várias frutas maravilhosas, desde a mais simples até a mais exótica. Fiz uma degustação em frente as barracas, algo maravilhoso, coisa de primeiro mundo. Adorei essa agenda!
Como é legal ver pessoas trabalhando com seriedade e compromisso com a população.





21 de agosto de 2012

Passando a mensagem




Começou o horário político no rádio e na tv. A partir de agora a campanha que já estava nas mídias sociais e nos cavaletes nas ruas, ganhará uma nova etapa, com espaço para os candidatos falarem. O importante é conseguir adaptar uma boa mensagem aos eleitores no formato de divulgação oferecido pelo horário político gratuito. Estarei nos lares dos meus queridos apoiadores e de tantos novos porto-alegrenses que irão me conhecer, dizendo a todos que quero uma Porto Alegre mais segura. 
Fora isso, ampliando para muito mais de 30 segundos, o trabalho é conversar diariamente com a população, com quem me procura, com os moradores do meu bairro, com representantes de diversas associações, entidade e organizações que vivem intensamente a nossa cidade e trabalham por ela. Assim, vou garimpando, vou coletando, me solidarizando, me envolvendo pelas questões que devem ser tratadas e buscadas para a gente viver melhor.
E aí a gente vai agregando pessoas e valores a nossa caminhada. Como é bom ouvir um "eu te apoio", um "pode contar comigo", "tu tens minha confiança"...
A eleição é como um grupo de corrida que vai ganhando novos adeptos ao longo do percurso. O benefício e o desafio da corrida convidam mais gente a participar!
Como o deputado estadual Mano Changes, que gravou um vídeo de apoio a minha candidatura, e me deixou super contente, sigo com pessoas pro-ativas e decididas ao meu lado, que vão reforçando minhas ideias, meus ideais, minhas causas, me conduzindo aonde mais gente possa ir se chegando e ficando!




20 de agosto de 2012

Tempo sagrado



Na corrida dessa minha vida de candidata a vereadora de Porto Alegre, hoje o meu tempo é sagrado para acompanhar a minha filha Juliana, que trouxe ao mundo a Catharina. 
Ela nasceu cheia de saúde!
Meu dia é todo delas! 
Para tudo! A campanha espera.

            O papai James feliz com a Catharina nos braços!



19 de agosto de 2012

Domingo intenso de caminhada e atividades



Meu domingo foi intenso, participando de atividades importantes para Porto Alegre, para o Rio Grande do Sul, para as mulheres, para a nossa sociedade preocupada em sempre melhorar e vencer. Foi grandiosa a Caminhada das Vitoriosas, que bateu seu recorde de público, com duas mil pessoas acompanhando mulheres que venceram ou estão vencendo o câncer de mama. Faço questão de estar junto, compartilhando, conhecendo-as, dando força e reforçando o maravilhoso trabalho da dra. Maira Caleffi e do IMAMA/RS.
A caminhada é um grande alerta, uma super visibilidade à campanha de prevenção da doença e de um maior conhecimento do problema, que se agrava quando não é diagnosticado precocemente. Essa é uma causa de saúde pública, é o futuro de muitas jovens, mães, senhoras. É a força feminina no trabalho que está em jogo. Quanto mais políticas públicas de atendimento tivermos, maior alcance de informação e menos mulheres doentes.
Na chegada à Redenção, local final da caminhada do IMAMA, tive a alegria de me deparar com o parque tomado por iniciativas já em torno do Dia do Soldado, 25 de agosto. Exposições, barracas educativas, passeios a cavalo e em botes no laguinho, oficina de camuflagem, apresentações de cães de guerra adestrados, ações sociais em geral. O clima estava perfeito e a população interessada. O Comando Militar do Sul é o responsável pela iniciativa e a eles dou os meus parabéns pela constante manutenção da família verde-oliva gaúcha. 
Finalizei a tarde de domingo com encontros muito bons, entregando a amigos que pediram, o meu material de campanha, e conversando, trocando ideias do que queremos para a nossa Porto Alegre. A equipe colaboradora está crescendo, o pessoal me pedindo material para poder divulgar que sou candidata a vereadora e, eu, espalhando essa semente que acredito saber fazer crescer, que é conquistar através do voto de quem em mim confia, um espaço na nossa Câmara Municipal.








18 de agosto de 2012

Obrigada, blog "Mães à Obra"!


Queria contar que a Catharina, ainda nesses dias antes de nascer, já ganhou maravilhosas boas-vindas a esse mundo! 
Lá no o blog "Mães à Obra" está eternizado um espaço lindo de homenagem e carinho para a Catharina, para a mamãe Juliana, a mana Martina, o papai James, e para mim também, que não me canso de curtir:  uma sessão de entrevista especial que a Juliana deu às editoras do blog, a Paula Tweedie e a Raquel Guindani.
Olho a matéria, vejo as fotos, me emociono e fico ainda mais orgulhosa de ver a minha filha tão bem nesse momento especial da gravidez, construindo sua vida, e onde eu me vejo fazendo parte. Como é bom a gente ter uma ligação forte com quem a gente ama, saber que a gente é importante e que a nossa presença faz diferença.
Fico tranquila vendo que a minha Juliana trilha mais esse caminho com tanta segurança e realização,  dedicando-se à pequena Martina, à profissão, a viver a vida de forma organizada, positiva e feliz, estudando, escrevendo, viajando!
Hoje em dia, criar um filho é um projeto de vida...é esculpir um ser humano com cuidado...Temos que fazer isso com beleza e leveza, entendendo a preciosidade que é uma criança e que ela merece o nosso melhor. E para darmos o melhor precisamos estar de bem com a vida!
As mães sempre querem fazer tudo por seus filhos. Querem acertar, mas, por vezes, vem as dúvidas, a mistura de razão com emoção que gera insegurança, e uma troca de vivências e exemplos como o blog nos mostra, ajuda muito. 
A entrevista da Juliana foi um marco para mim, pois ver a forma como ela conduz e administra sua família, seu relacionamento com o marido e sua profissão, me faz concluir que a receita que usei ao longo da minha vida deu certo: fazer tudo com muito amor. 
Vale a leitura!




16 de agosto de 2012

Serviço de primeira


Na corrida da semana, que foi de agenda cheia e muito produtiva, fiz uma parada com meu grupo de trabalho  para almoçar num dos meus restaurantes favoritos: o Variettá Bistrô, do shopping Praia de Belas.
Aí, foi um prazer encontrar o proprietário, Edemir Simonetti, que sempre recebe muito bem.O Simonetti dispensa apresentações.Ele é da diretoria do SINDPOA,o sindicato dos bares, restaurantes e da hotelaria de Porto Alegre, empresário muito ativo e preocupado com a qualidade desses serviços na nossa capital.É um querido amigo de longa data que acompanha a minha caminhada política e é sempre muito bom trocar uma ideia com ele.
Lá no Variettá, ficamos na parte de dentro, que é mais silenciosa e assim colocamos os assuntos em dia.
Meu prato estava dos deuses:Variettá Bistrô, um filé com molho béarnaise, legumes ao forno e batatas rústicas.

 



15 de agosto de 2012

O exemplo de Diza Gonzaga



Ontem fiz uma visita muito especial a uma pessoa que admiro demais como cidadã, mulher, mãe e empreendedora -  minha amiga Diza Gonzaga.
Saí de lá mais feliz por tê-la encontrado, sentindo a nossa sintonia em relação à sociedade, à educação dos nossos jovens e ao que tanto ainda precisamos fazer por eles e pela vida, diariamente.
A Diza é a presidente da Fundação Thiago de Moraes Gonzaga, que leva o nome de seu filho, que faleceu precocemente em um acidente de trânsito em 1996. O trabalho da fundação e do seu programa Vida Urgente é um exemplo que temos aqui no RS.
Nossos jovens tem que aprender que a vida vale mais que uma balada com álcool combinada com direção e nós temos obrigação de bater nessa tecla e orientar que vida saudável e consciente também é legal e que há limites até na liberdade.
Parabéns a Diza e à legião incansável de ajudantes da fundação!