17 de novembro de 2016

PROTESTO SIM, RADICALISMO NÃO



No estado democrático de direito é salutar o protesto ordeiro. Porém, os limites do protesto estão sendo ultrapassados. Invasões ao parlamento não são admissíveis. Ao se permitir tais atos, chegaremos na linha tênue do descontrole social. 
As instituições tem que ser mantidas e respeitadas por todos, inclusive os insatisfeitos. Mas tudo inicia por atitudes radicias não contidas pelo Poder Público. Quando uma via é obstruída por vândalos, todas a sociedade é prejudicada. 
Assim, as invasões ao parlamento que estamos assistindo em Brasília e no Rio de Janeiro refletem a falência do Estado, a medida em que não conseguem manter a ordem pública. 
Ora, é claro que manifestações são saudáveis, mas dentro da ordem institucional, sem invasões e quebradeiras. O radicalismo não é bom. 
Espero que os radicais sejam contidos e respondam por seus atos. Enquanto é tempo!




Nenhum comentário:

Postar um comentário