21 de março de 2017

Esses são os fatos


Sobre a nota da jornalista Rosane de Oliveira, na Zero Hora de hoje, tenho a dizer que a mesma omitiu da notícia os fatos ocorridos no episódio. Isto é uma falta grave no jornalismo tipicamente desinformado e tendencioso.
Para conhecimento dos que me seguem: a vereadora Sofia Cavedon, Procuradora Especial da Mulher na Câmara Municipal de Porto Alegre, inseriu o nome da ex-presidente Dilma Rousseff na programação de um seminário dentro do Mês da Mulher na Câmara, sem consultar as outras vereadoras que constituem o Conselho Político da Procuradoria.
Ocorre que, quando da elaboração das atividades, todas as vereadoras expuseram suas motivações para as indicações de nomes de palestrantes para aprovação. Em nenhum momento o nome da ex-presidente Dilma Rousseff foi citado como palestrante pela vereadora Sofia Cavedon. Somente quando da divulgação do folder da programação soubemos da participação da ex-presidente.
Após me manifestar contrariamente à vereadora Sofia por ela ter decidido em nome da Procuradoria, sem consultar as demais vereadoras, ficou estabelecido que a palestra da ex-presidente não mais ocorreria. Mas, para minha surpresa, o combinado não se cumpriu: foi mantida a participação e ainda promovida a divulgação da palestra. Por isso, protocolei o meu afastamento da Procuradoria Especial da Mulher por não compactuar com esse tipo de atitude. Esses são os fatos. Essa é a verdade.








2 comentários:

  1. Antonio de Pádua Ferreira21 de março de 2017 16:14

    Atitude corajosa e correta. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Querida, te informa melhor antes de sair faltando aos quatro cantos meias verdades, Mônica Leal foi coerente com sua posição e a Cavedon, pra variar, fazendo falcatruas.

    ResponderExcluir